Ponha a sua casa a fazer dieta!!

Há uns tempos, li um artigo numa revista on-line americana sobre formas de se ganhar espaço em apartamentos pequenos. A ideia principal do artigo era óbvia: não devemos acumular tralha. Ou seja, devemos livrar-mo-nos de todos os objectos de que não precisamos para a nossa vida quotidiana. Se temos pouco espaço, ao menos não devemos viver apinhados.

Esta ideia faz-me todo o sentido. Aliás, eu orgulho-me secretamente de a pôr constantemente em prática. Por isso, a minha casa é tipo minimalista, parece que acabámos de nos mudar quando já lá vivemos há quase 8 anos! :)

Uma das medidas que aconselhavam no tal artigo era a de não deixar acumular as tralhas das crianças. Exemplo:

(1) brinquedos sem qualidade/estragados/brindes vão directamente para o lixo;

(2) todos os brinquedos em bom estado que já não são usados são oferecidos a amigos ou doados a instituições;

(3) todos os anos são selecionados os melhores trabalhos escolares das crianças e o resto vai para o lixo       ( isto custa muito, eu sei, mas sinceramente  é mesmo preciso guardar TODOS os rabiscos dos miúdos? Eles não vão ligar nenhuma mais tarde e só o espaço que isto ocupa! Acreditem, que eu já passei por isso, custa imenso deitar fora as obras de arte dos nossos bebés, mas no dia seguinte já se esqueceram! );

(4) a roupa é criteriosamente escolhida – só se guarda o que é mesmo para usar. O resto é oferecido.

Esta regra de não acumular serve depois para o resto dos objectos da casa: a nossa roupa, a roupa de casa, bibelots, livros, cd’s e dvd’s que já lemos, vimos ou de que não gostamos. Se começarem a olhar para as prateleiras e armários e decidirem só guardar o que verdadeiramente precisam, verão que se conseguem livrar de muita coisa. Vão ganhar espaço e ter a casa mais organizada e limpa.

Em suma, livrem-se de tudo o que não usam, não gostam ou de que já não precisam. E lembrem-se de colecionar momentos e não coisas! 😉

Alex

0