Não vou voltar a ser mãe depois dos 40 anos

Não vou dizer que foi uma decisão fácil, mas foi uma decisão muito honesta.

Tenho dois filhos, um rapaz com nove e uma rapariga com seis, e ainda ponderei ir ao terceiro. Queria muito ter três filhos, mas já não me sinto com força para uma terceira gravidez e para cuidar de um bebé. O meu segundo parto foi complicado e também me assusta um bocadinho…

Admiro muito as mulheres que são mães depois dos quarenta anos, e muitas dizem que é uma maternidade diferente, mais calma e serena.

Existe um certo egoísmo da minha parte, pois quando os miúdos crescem, voltamos a ter uma certa liberdade, que perdemos quando eles nascem. Agora, com eles mais crescidos o dia-a-dia é mais fácil.

Claro que, quando eu vejo um bebé, me derreto toda e fico cheia de vontade. Ainda por cima sou pressionada pela minha filha para lhe dar uma mana, mas a decisão está tomada, e o meu marido está em sintonia comigo.

Sweet kisses

Maria

1

1 comentário

  • Isabel
    2017-09-04 em 12:55

    Acho que não é egoísmo, é demasiado pessoal para o ser. Também tenho duas princesas de 12 e 6 e por razões de saúde era muito difícil ter o terceiro. Há algo que também me assusta numa gravidez mais tardia… imaginar que não teria tempo para ver as minha filhas adultas! Pensar a longo prazo também é um ato de amor.