Gostava de ser como os meus pais

Sou uma mãe ansiosa, que mima muitos os filhos, que levanta castigos, que acha que eles ainda são bebés (um com sete e uma com quatro anos), e lhes faz as vontades, … só disparates!

Não sei como me tornei neste tipo de mãe, os meus pais não me educaram assim. Castigavam-me e o castigo ia até ao fim. Não me faziam as vontades. O “não” era “não” e nunca passava a “sim“… Eu fazia o que os meus pais mandavam, e nunca perguntava porquê.  Já os meus filhos não me largam “porquê mãe, deixa lá, por favor…“, e a resposta “porque não!” não os faz calar…

Lembro-me de já ir ao supermercado com oito anos , e de andar de comboio e autocarro aos dez. Deixar os miúdos irem fazer recados com essa idade, nem pensar!

Fui para os Escuteiros aos seis. Com essa idade ia-se para acampamentos, e quem tomava conta de nós eram Escuteiros adolescentes. Quando o meu filho mais velho me pede para ir para os Escuteiros, disfarço…

Quando falo com amigas vejo que são iguais a mim. Mas o que se passa com a nossa geração? Os nossos progenitores, foram pais na “casa dos vinte“. Quem nasceu nos anos setenta, só descobriu a maternidade a partir dos trinta… Será que está relacionado com isso? Pois quando temos vinte anos somos mais descontraídos, e aos trinta somos mais ciosos? Como se muda isso? Alguém sabe?

Sweet kisses

Maria

0