E foram felizes para sempre…

Ou então não… Há dias, ouvi na rádio que 85% das mulheres tinham um plano B, caso o casamento desse para o torto. O plano B é nada mais, nada menos, que um amigo que mantemos próximo das nossas vidas durante uns anos, e que pode eventualmente substituir o nosso marido, se nos divorciármos.

O amigo normalmente é um colega de trabalho, do ginásio, um amigo de infância, com o qual a mulher vai flertando, e no seu íntimo sabe que este amigo deixaria tudo e casaria com ela.

Fiquei curiosa com este fato, e fui perguntando a amigas  se elas tinham um plano B; nenhuma confirmou!Mas caso seja verdade, não nos podem condenar porque “ mais vale prevenir que remediar ”, e nós as mulheres somos muito prevenidas. E se o casamento acabar não ficamos desamparadas.

A realidade é que em Portugal a taxa de divórcios ronda os 70% e isso é assustador!

E se em vez de deixarmos possíveis maridos em “ banho maria ”, nos dedicássemos mais à relação? Dizem que o segredo de um casamento duradouro é sermos atenciosos e bondosos com o nosso par. Por exemplo: estarmos interessadas pelo dia do outro, dando toda a nossa atenção e não nos distrairmos com o telemóvel ou com a televisão.

A generosidade que se fala aqui, não está relacionada com dinheiro; por exemplo, no caso de o marido reparar que a a sua cara metade está cansada, e oferecer-se para ir levar os miúdos à escola, e vice-versa. Ou se está atrasado de manhã, a esposa levanta-se e ajuda a preparar o pequeno- almoço.

No fundo são as pequenas coisas, que podemos fazer um pelo outro que nos aproximam… O problema é que somos humanos e temos a tendência de exigir mais do que damos…

3c4065bc330bf86ccf287460cd5528ba

Sweet kisses

Maria

0