Dois minutos disto por dia fazem-nos mais felizes

Vivemos a vida assim…

Andamos sempre a correr, temos sempre mil coisas para tratar, seja em casa ou no trabalho.

Quando fazemos a pausa do almoço, aproveitamos para ir às compras, à farmácia, ao supermercado ou a uma loja comprar qualquer coisa. Se almoçamos sozinhas agarramo-nos ao telemóvel para espiar o mundo.

Quando conduzimos, ligamos o rádio ou ouvimos um podcast engraçado.

Depois de deitarmos os miúdos, aproveitamos para ver as mil séries que passam na televisão, ou voltamos às redes sociais.

Tudo isto para não sentir e pensar.

É assustador ficar em silêncio e ouvir os nossos sentimentos. Preferimos não pensar muito da nossa vida; assim, não temos que “encarar” a dor das nossas frustrações e das nossas falhas. Se diariamente estivermos a executar tarefas atrás de tarefas e sempre que não tivermos nada para fazer, envolvemo-nos em ruído, para não sofrer… Vivemos anestesiados.

Eu vivia assim até que uma amiga me fez perceber que eu não vivia, mas que apenas sobrevivia…

Comecei a tirar dois minutos por dia, para estar em silêncio e ouvir o meu coração e a minha alma. Estou muito mais viva e consciente do mundo à minha volta e sinto-me muito mais feliz.

Não julguem que são dois minutos em paz. São 120 segundos de angústia, dor e agonia. Sinto mesmo dor física no meu coração. Quando termina existe uma sensação de alívio e de tranquilidade. Ficamos mais calmos e serenos.

Normalmente faço este exercício no carro de manhã antes de começar a trabalhar e é miraculoso.

A vida é demasiado curta para não a sentir, não tenham medo das emoções.

Libertem-se e serão mais felizes.

Sweet kisses

Maria

1

1 comentário

  • Eunice Faria
    2018-05-24 em 12:24

    Sim, realmente é muito importante e se mais pessoas fizessem isso o mundo seria realmente melhor, porque é nessa altura que entramos em contacto com os nossos medos, os nossos sonhos, que revemos atitudes e nos podemos colocar até no lugar do outro.