Como é que me meti nisto?

Sabem quando fazem as vontades aos vossos filhos, para eles ficarem felizes, ou nós, os pais ficarem felizes? Foi o que aconteceu, quando a minha filha, de sete anos, nos pediu para comprar uma tartaruga. Achámos piada e sentimos que era importante para o desenvolvimento dos nossos filhos, interagirem e serem responsáveis por um animal.

No Domingo, fomos à loja dos animais e comprámos a tartaruga, o aquário, a comida, o cálcio. Após efetuarmos o pagamento, perguntei à vendedora, se existiam alguns riscos para as crianças estarem em contato com este animal… é quando ela me diz que as tartarugas têm SALMONELA. A minha vontade era devolver o animal, que boiava dentro de um saco de plástico, mas não podia fazer isso aos miúdos.

Falei com o pediatra sobre esta questão e informou-me, que já teve um caso de uma criança que apanhou salmonela com este bicho.

Descobri que existe uma quinta em Setúbal, que recebe tartarugas, mas sempre que falo sobre isso com a minha filha, os olhos dela enchem-se de lágrimas. E eu também, já não posso viver sem ela.

A água do aquário deve ser mudada todos os dias e na água está presente a salmonela (por causa das fezes). Como tenho pânico que os miúdos fiquem doentes, sou eu que trato do animal. Agora estão a chegar as férias e ninguém quer ficar com o réptil.

Fiz uma pesquisa na internet e verifiquei que nos Estados Unidos, estes animais, são proibidos, como animal de estimação… Só cá em Portugal é que parece não haver problema.

Já alguém passou por isso? Por favor ajudem-me.

Sweet kisses

Maria

0