Coisas que devemos fazer (ou não) quando temos 40 anos

Há coisas que aos trinta anos, não temos obrigação de saber, mas com quarenta, já não se perdoa cairmos em algumas esparrelas…

Não fazer mais fretes!

Quantas festas e jantares é que foram, sem vos apetecer? Muitos, certo? Temos essa mania, de acharmos que é chato se não formos… Então lá vamos nós, como boas samaritanas a um evento e depois é uma grande seca. Muitas das vezes somos nós, que nos impomos para estar em certos sítios, e para quê? Para parecer bem? Embora parar com isso? A vida é tão curta… vamos mas é aproveitar para estar com as pessoas que nos fazem mesmo felizes.

Ter tempo para nós!

Passar tempo com a família e os amigos é maravilhoso, mas ter tempo para fazer as nossas coisas é fundamental. Ir ao ginásio, ao cabeleireiro, correr, ler, ver televisão, dormir, ou simplesmente não fazer nada, rega-nos a alma! Se só dedicarmos tempo aos outros e não existirem estes momentos só nossos, ficamos cansadas e frustradas.

Ficar chateada por causa de coisas estúpidas

Há pequenas coisas que nos incomodam. Mal-entendidos, perder coisas, deixarem-nos à espera, trânsito… Infelizmente deixamos que essas chatices governem o nosso dia, o que é um grande disparate. O truque é não dar importância, e sempre que acontecer uma coisa desagradável, devemos respirar fundo e fazer um esforço para não pensarmos mais nisso, pois não vale a pena, a vida é demasiado curta.

Fazer muitos planos

Não há problema em fazer planos, não devemos é criar muitas expetativas. Se o plano correr bem, ótimo! No entanto às vezes, trocam-nos as voltas e ficamos de rastos… O truque é aprender a adaptarmo-nos às situações; é impossível controlar tudo! Se pensarmos bem, as melhores coisas que nos aconteceram, não foram planeadas.

Sweet kisses

Maria

1

1 comentário

  • Cristina Freitas
    2017-05-31 em 20:35

    Concordo e sinto isso agora é um dia de cada vez o que corre mal vai para trás das costas e pensar da próxima corre melhor e principalmente sem stress dar tempo ao tempo e a minha 3 filha mais nova 10 anos que os irmãos é uma sortuda porque agora consegue se dar toda atenção que precisa e é muito diferente pela positiva.