Afinal quem sabe?

Lembro-me de em miúda ver muitas vezes estes “dizeres”, estampados em quadros, postais ou em bordados. Era um pouco piroso, mas quando se aproximava o Dia do Pai, as lojas puxavam estes artigos para as montras e era inevitável não se ler.

Ao aproximar-me dos 40 anos, cada parágrafo começa a fazer todo o sentido.

Dos 0 aos 10 anos – O pai sabe tudo

Dos 10 aos 20 anos – Sei quase tanto, como o pai

Dos 20 aos 30 anos – Sei o mesmo que o pai

Dos 30 aos 40 anos – Sei mais que o pai

Dos 40 aos 50 anos – Afinal não sei tanto quanto o pai

A partir dos 50  anos– O pai é que sabia

Não tenho a certeza, que as escrevi tim tim por tim tim como eram originalmente, mas julgo que estão muito semelhantes. A primeira e a última frase recordo-me que estão iguais, e não podia ser de outra forma.

Sweet kisses

Maria

Etiquetas:
0