A vida social dos meus filhos é mais interessante do que a minha

A vida social dos meus descendentes é tão animada, que eu acabo por não ter nenhuma…

Aos fins-de-semana, os miúdos têm festas atrás de festas, passeios das guias, torneios de ténis, ou de futebol. Quando acabamos de os ir buscar e levar, estamos tão cansados de fazer piscinas, que ficamos sem vontade de ir socializar.
Às vezes, numa luta interna com a realidade, imponho a mim mesma em fazer um programa com o meu marido ou com as minhas amigas. O que não é muito fácil, especialmente se penso em juntar todas. Há sempre alguém que não pode, ou porque também está tão cansada de andar para cá e para lá com os miúdos, que fica sem forças para nada.
Quando finalmente se consegue quórum e organizamos um jantar, acontece uma das três coisas:

  • chega à meia-noite e estamos todas a bocejar, porque andámos a fazer de motorista durante esse dia;
  • o jantar foi giro, mas queremos que a noite acabe cedo, porque sabemos que se nos deitarmos tarde vamos andar a semana toda estremunhadas;
  • temos que nos deitar cedo porque no dia seguinte vamos ter de levar o miúdo a uma festa.

Moral da história: É jantar e cama.

A esperança que tenho, é quando os miúdos forem mais velhos e não precisarem de boleias, eu volte a viver….
Sweet kisses
Maria

0